sexta-feira, 18 de março de 2011

Partilhas sobre a missão No asilo Lar de Jesus 13_03_2011

Partilhas:



"Foi uma grande experiência vivenciada, a gratificação de poder levar um pouco de alegria, esperança, amor, perspectiva de vida a quem não tem é muito gratificante, sentem-se abandonados, rejeitados, muitas vezes por não ter opção de escolhas ou  pelas próprias famílias, que não tem paciência de cuidar.

Isso que acontece na realidade de um asilo que contém mais de 100 idosos e alguns jovens que foram abandonados por suas próprias famílias.
Para mim, foi uma lição de vida, porque muitas vezes costumo murmurar, quando um determinado problema aparece em minha vida, me decepciono, sinto um desanimo, vontade de parar quando a realidade de muitos é pior do que nossos “problemas” diários.
O que mais me chamou a atenção foi encontrar uma jovem que estudou comigo há 11 anos atrás, e estava lá junto com aqueles idosos, pois devido a um distúrbio mental, a família não a queria mais porque não estava dando conta de sua doença. Ali estava ela, sentada no refeitório, triste! Consciente que é jovem e que tens uma grande caminhada pela frente. Você percebia nos olhos dela, a tristeza que tomava conta do seu ser, por saber que muitos da sua idade, tem liberdade, estudam, se divertem e mesmo assim  não dão valor a essas coisas.
A como é bom levar a luz a quem somente vê a escuridão, a felicidade estampada no rosto de cada um com nossa visita, foi muito gratificante.
Muitas vezes, é preciso enxergar necessidades ao nosso redor, para podermos valorizar aquilo que temos.
Achei interessante a frase que estava escrita na parede do refeitório, que dizia: Quando você não possui o que deseja, você pode valorizar aquilo que tem.
Realmente o que acontece conosco, não valorizamos aquilo que realmente temos, só reclamamos, quando muito próximo de nós, encontramos pessoas que não tem  nada, esperando de nós ao menos um sorriso, que nada nos custa  e que traz muito mais do que possuímos.
O essencial, não é o tamanho do bem que se quer, e, sim o tamanho do amor que você coloca no bem que decide fazer."

Na unidade 
Camila





"Minha tarde foi um tarde abençoada por passar com tanto avós e avôs,  tenho tio de meu pai que lá mora e ver a felicidade dele com nossa presença muito me alegrou,  me marcou quando o Murilo disse a ele que ia tocar sanfona e eu já sabia que desde muito jovem ele é apaixonado por musica especialmente sanfona  já tocou em muito forrós ele se emocionou a ver as meninos tocarem.
Outra coisa que me chamou atenção foi a mulher chamada Paulina, eu estava na mesa conversando com outra senhora, como a Paulina não enxerga perguntou se eu tinha falado algo com ela, eu disse que sim  e disse a ela: "Que ela era muito importante para DEUS",vi sua alegria ao falar isso, depois ao me despedir dela ela me disse que não enxerga mas que " Deus te olhe menina", eu ainda falei: "Senhora  enxerga com olhos do coração o que mais importante" e assim vi um sorriso especial daquela avô que guardarei para sempre em meu coração.
Para mim vida desde que começamos a fazer essas missões muito aprendi e agora levo comigo a beleza de ser presença a todos de amor no meu nada eu quero levar a todos o amor de Deus um amor, que supera barreiras ,que move corações e que opera milagres."

Paz e Unidade



Na unidade
Aline



Um comentário:

  1. Olá, Paz e Bem... tem um selinho lá no blog para você... Passa lá para pegar...
    http://catequistaroberto.blogspot.com
    Fique na Paz de Deus e no Amor de Maria
    Roberto

    ResponderExcluir